segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Cinthya Rachel



Cinthya Rachel interpretou a personagem Biba no seriado infantil ‘Castelo Rá-Tim-Bum’ e participou de filmes dirigidos por Jeferson De.

Você já atuou em curtas com ‘Distraída Para a Morte’. Como foi a experiência?
MARAVILHOSO! Amei, adorei, queria fazer todo dia. Se ver pela primeira vez em película é mágico. Depois também fiz uma participação num curta para o espetáculo do Lulo, direção do Rodrigo Pitta.

Há diferença na preparação do ator para atuar num curta-metragem comparando-se na preparação quando você vai atuar no teatro, longa-metragem...
Olha, a preparação para esse filme foi intensa, fizemos um trabalho pesado e puxado com o Eduardinho Silva na parte de criação do personagem, e também tivemos preparação corporal. Como num curta geralmente a verba é curta (rs) ensaiamos muuuuuito e a filmagem foi de primeira. Em todos os meios rola a preparação, cada trabalho é diferente do outro, depende do tempo, do diretor, da verba, etc, etc...

Por que os curtas não tem espaço em críticas de jornais e atenção da mídia em geral?
Boa pergunta. Tanta coisa boa rola por aí que a gente nem fica sabendo. Essa falta de espaço não é privilégio dos curtas. Se não atrai mídia não atrai público, se não tem público não se divulga, se não se divulga ninguém assiste...

Na sua opinião, como deveria ser a exibição dos curtas para atingir mais público?
Já existem alguns festivais, algumas apresentações, a questão é que se atrai um público ainda muito específico e seleto, assim como no teatro. A divulgação é necessária. A TV, como meio de comunicação de massa, poderia ter grande influencia sobre o crescimento e divulgação do segmento. 

Pensa em dirigir um curta futuramente?
Sim! Imagina que sonho? Também gosto desse trabalho por trás das câmeras. No momento, por exemplo, faço coach de ator mirim e dou aulas particulares de interpretação para crianças. Idéias borbulham por aqui. (risos)

Nenhum comentário: