sábado, 18 de agosto de 2012

Marcia Kaplun

Márcia é atriz. Atuou em ‘Prova de Amor’, na Rede Record. Na Rede Bandeirantes, atuou em ‘Uma Escolinha Muito Louca’, onde interpretou Krika Telé, uma operadora e vendedora de telemarketing. No SBT, esteve na telenovela ‘Uma Rosa com Amor’.

O que te faz aceitar participar de trabalhos em curta-metragem?
No meu caso, além de ser um ótimo exercício para atores, eu como atriz com veia humorística, me deu a chance de experimentar pela primeira vez dois papeis dramáticos. 

Por que os curtas não têm espaço em críticas de jornais e atenção da mídia em geral?
Olha, vou responder com o meu senso, sem bases. Acho que o público brasileiro em geral não leva muito a sério os curtas por uma questão de mentalidade. A mídia por outro lado até consegue dar notas quando há atores famosos ou curtas premiados, mas não passam de notas.

Na sua opinião, como deveria ser a exibição dos curtas para atingir mais público?
Já houve a muitos anos atrás, uma lei que obrigava os cinemas a passarem curtas antes dos longas. Isso tornava os curtas mais comerciais. Agora o curta tem um público cult em festivais e só! Seria muito bom que essa lei voltasse para popularizar os curtas!

É possível ser um cineasta só de curta-metragem? Vemos que o curta é sempre um trampolim para fazer um longa...
Verdade... a pouco tempo conheci um diretor de curtas que está fazendo seu primeiro longa. É como para o ator, o Diretor experimenta no curta sem maiores cobranças e verbas.

O curta-metragem é marginalizado entre os próprios cineastas?
Não creio. Nunca ouvi um cineasta se opor aos curtas. E vou mais além, muitos curtas são protagonizados por atores famosos que somente pelo prazer, trabalham sem cachê! Eu apoio totalmente isso! mas se o curta for captado, claro que merecemos um cachê se essa captação for suficiente não só para abranger os custos para técnica e produção.

Pensa em dirigir um curta futuramente?
Eu nunca pensei em dirigir... nem teatro! Mas como vivo me desafiando, e já tive que dirigir peças teatrais, nunca direi não! Isso não existe para mim! Contudo, estou aberta a participar como atriz com o maior prazer, dentro das minhas possibilidades de tempo! O curta é bom neste caso, justamente porque é curto! rsrs

Nenhum comentário: