quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Eduardo Moscovis

O ator participou de filmes como: ‘A Casa de Açúcar’; ‘O Que É Isso, Companheiro?’; ‘Bella Donna’; ‘Bendito Fruto’; ‘Sem Controle’; ‘Delito’; ‘Cabeça a Prêmio’ e; ‘Corações Sujos’.
 
O que te faz aceitar participar de produções em curta-metragem?  
Diferentemente de um longa, um curta-metragem, tem uma cara mais descompromissada. Num curta existe uma aposta maior no risco... Como, na grande maioria das vezes, não se tem dinheiro filmar um curta, quem topou fazer, topou pelo projeto. Isso inclui a equipe técnica também. Para eu participar de um curta preciso curtir a idéia. Se conhecer o diretor, ótimo. Se não, vai assim mesmo .  
 
Por que os curtas não têm espaço em críticas de jornais e atenção da mídia em geral?
Acho que pela grande quantidade de curtas filmados seja muito difícil acontecer um acompanhamento crítico de alto nível suficiente. E como dar esse espaço de uma maneira justa?  Sem descriminar ninguém? 
 
Na sua opinião, como deveria ser a exibição dos curtas para atingir mais público?
Se eu soubesse colocaria em prática... Adoro ver e fazer curtas!!
 
É possível ser um cineasta só de curta-metragem? Vemos que o curta é sempre um trampolim para fazer um longa...
Ser possível pela ideologia, sim. Por que não? Mas imagino que um curta metragista tenha que ter alguma outra fonte de renda. Agora, se ele for um 'puta' realizador, com alguns filmes ótimos e receber convites para filmar um longa com a autonomia necessária para não ter que abrir mão das suas escolhas, por que não também, né?  
 
O curta-metragem é marginalizado entre os próprios cineastas?
Não sei. É? 
 
Pensa em dirigir um curta futuramente?
Não penso nisso, mas se por acaso aparecer alguém com uma ideia que me seduza e acredite que eu possa dirigi-la, não vou negar de cara.

Nenhum comentário: