terça-feira, 10 de julho de 2012

Cynthia Falabella

Cynthia é atriz. Trabalhou na novela ‘O Clone’, onde substituiu a sua irmã, Débora Falabella por uma semana. No cinema atuou nos curtas ‘Manual Para Atropelar Cachorro’ e ‘Quarto 38’.

O que te faz aceitar participar de trabalhos em curta-metragem?
O roteiro, um bom personagem, o talento da equipe (muitas vezes amigos com grandes ideias).

Por que os curtas não têm espaço em críticas de jornais e atenção da mídia em geral?
Acho que isso esta mudando gradualmente. Vejo um espaço em crescimento, mas sinto que as pessoas veem o curta como um certo "inicio de projeto" e sinto que isso é um certo preconceito sim da própria mídia.  o publico de curta é bem especifico, normalmente os curtas não tem um cunho "comercial forte".  Eles são um espaço, muitas vezes, de experimentação de linguagem.  Por isso têm um apelo diferente.

Na sua opinião, como deveria ser a exibição dos curtas para atingir mais público?
Acho que eles estão indo por um bom caminho, talvez a exibição de curtas em canal aberto seria um bom começo( projeto difícil). Mas, já alcançou um bom espaço no Canal Brasil  por exemplo e vejo um numero crescente de publico em festivais de curta como o de São Paulo e Belo Horizonte.
  
É possível ser um cineasta só de curta-metragem? Vemos que o curta é sempre um trampolim para fazer um longa...
Sim, acho possível, mas acredito que a paixão ou a vontade de fazer cinema no olhar de um diretor não passa por esse lugar. o que vale é o fazer. Fazer um filme, contar uma historia. E pode ser que em algum momento ele (esse suposto diretor de curtas), sinta vontade de contar uma história mais longa. e isso é o que é mais significativo.

O curta-metragem é marginalizado entre os próprios cineastas?
Não acredito nisso. Acho que os cineastas respeitam sim esse formato, claro.

Pensa em dirigir um curta futuramente?
Penso em trabalhar mais  por trás como já trabalhei na direção de atores. Ainda não pensei na possibilidade de um projeto  de direção, mas... quem sabe?

Nenhum comentário: