sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Cininha de Paula

Cininha é atriz e diretora. Dirigiu as novelas ‘Aquele Beijo’, ‘Cobras e Lagartos’ e ‘Salsa e Merengue’. Dirigiu também diversas séries na TV Globo, como ‘Toma Lá, Dá Cá’, ‘Sítio do Picapau Amarelo’, entre outros.


O que te faz (ou faria) aceitar participar de uma produção em curta-metragem?
Aceitaria participar pela experiência, o exercício da profissão é muito importante, estar on training nos torna nos artistas cada vez melhores, é claro que o roteiro do filme é muito importante nesta decisão.

Por que os curtas não tem espaço em críticas de jornais e atenção da mídia em geral?
Não sei esta seria uma pergunta pra mídia, talvez eles achem uma arte menor pois computam não a criatividade, nem a dificuldade de contar uma historia interessante em pouco tempo, mas sim somente o tempo.

Como deveria ser a exibição de curtas para atrair mais público?
Talvez, seria necessária uma exibição na TV aberta, para que estimulasse os patrocinadores, e desse visibilidade para os realizadores(produtores, roteiristas, diretores e elenco), não só ficarem confinados aos festivais de cinema ou então antes dos trailers no cinema, realmente não sei.

É possível ser um cineasta só de curta-metragem? Vemos que o curta é sempre um trampolim para fazer um longa...
Não pois acho que o desejo dos curtametragistas será sempre ser o filme maker de um longa.

O curta-metragem é marginalizado entre os próprios cineastas?
Não penso assim, pois os curtas são vistos com muito carinho sempre.

Você dirige e produz séries para a televisão. Como é trabalhar com a síntese?
Trabalhar com síntese é muito difícil, acho as vezes quando tenho que cortar um produto que esta fora do tempo muito complicado.

Pensa em dirigir um curta futuramente?
Sem duvida farei isto em janeiro, para logo em seguida fazer meu longa.

Qual é o seu próximo projeto?
Depende da área, no teatro um musical com quatro atrizes que fala da menopausa, no cinema um longa chamado ‘5 estrelas’ , na TV uma novela.

Nenhum comentário: