terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Fernando Muylaert


Fernando é formado em Rádio e TV pela FAAP e em teatro pela Oficina de Atores Nilton Travesso, Muylaert trabalhou em diversas produtoras de vídeo fazendo de tudo um pouco: editor, câmera e produção.


O que te faz aceitar participar de uma produção em curta-metragem?
O curta metragem é uma ótima oportunidade de experimentar novas formas de contar uma história, É a melhor maneira de se aprender a fazer cinema, de fazer um bom trabalho em um curto período. Se o roteiro é bacana, ousado, divertido com certeza, tendo tempo, eu estarei no projeto.

Por que os curtas não tem espaço em críticas de jornais e atenção da mídia em geral?
Porque estão fora do circuito comercial. Isso muda quando existe um festival de cinema e quando algum curta é premiado, ai sim, terá o seu espaço garantido.

Como deveria ser a exibição de curtas para atrair mais público?
Os festivais ainda são a melhor forma. Ou juntando cineastas com um tema em comum, que transformem os curtas em longa,tendo algum ponto incomum e atraindo o público com um produto divertido e bem feito.

É possível ser um cineasta só de curta-metragem? Vemos que o curta é sempre um trampolim para fazer um longa...
É possível se você tiver outra profissão.
O curta é o começo, é a escola para fazer cinema, com o digital ficou muito mais possível filmar a baixo custo.

O curta-metragem é marginalizado entre os próprios cineastas?
Eu nunca soube disso. Os cineastas provavelmente começaram fazendo um curta ou publicidade.

Pensa em dirigir um curta futuramente?
Tenho alguns roteiros e estou tentando fechar a produção para filmar sim.

Qual é o seu próximo projeto?
Estou trabalhando em um projeto maluco para a Internet, devo filmar alguns curtas neste ano e atuar em novos projetos para televisão. Mas estou sempre aberto para analisar e participar de curtas divertidos e malucos. Esse ano a produtora andou ocupada fazendo projetos especiais para web, que é outro importante espaço para difusão dos trabalhos. Se o curta for bom, com certeza, a Internet é uma ótima parceira para a difusão do trabalho.

Nenhum comentário: