sábado, 15 de junho de 2013

Max Fercondini

Ator. Atuou no longa-metragem ‘Uma Professora Muito Maluquinhae nos curtas-metragens ‘CD-Player’ e ‘Anfitriões’.
 
O que te faz aceitar participar de produções em curta-metragem?
O desafio de interpretar algo inusitado, com personagens pouco convencionais numa linguagem que me desafie e instigue a platéia.
 
Por que os curtas não têm espaço em críticas de jornais e atenção da mídia em geral?
Talvez pelo fato de não ter a visibilidade necessária para gerar esse "feedback". Uma coisa depende da outra, a audiência aumenta o interesse e a repercussão que um curta possa ter na mídia.
 
Na sua opinião, como deveria ser a exibição dos curtas para atingir mais público?Particularmente, eu acompanho muitos curtas-metragens pela internet. Estou sempre acessando portais (em geral, estrangeiros) dos quais sou membro. Dessa forma, consigo estar atualizado dos equipamentos utilizados e das novas propostas. Acredito que estamos vivendo uma grande revolução com a chegada das DSLR filmando em formato 1080p (24, 30 e 60 fps).
 
É possível ser um cineasta só de curta-metragem? Vemos que o curta é sempre um trampolim para fazer um longa...
Acredito que todo cineasta estará sempre buscando novos desafios e, em curtas, não atingirá o máximo de seu prazer. Talvez, em outros mercados, seja possível viver só de produções de curta duração. Claro que não é a mesma coisa, mas nos USA, por exemplo, existem cineastas especializados em trailers. O que seria algo muito mais restrito, mas, por conta da demanda, o profissional que presta este serviço tem um grande valor.
 
O curta-metragem é marginalizado entre os próprios cineastas?
O curta-metragem tem um respeito muito grande de todos que trabalham na area do audiovisual. Mas só se conquista respeito total, quando se coloca à prova da audiência dos cinemas. No final das contas, é o público quem dita as regras do mercado. Só se sustenta quem agrada ao público.
 
Pensa em dirigir um curta futuramente?
Já tive oportunidades de estar muito próximo da confecção de curtas-metragens. É um universo que me atrai muito. Como tenho um bom equipamento de lentes e câmeras, penso sim em exercitar minha criatividade em curtas-metragens.

Nenhum comentário: