sexta-feira, 23 de março de 2012

Paula Franco

Paula é modelo e atriz, que atuou na novela Kubanacan, da TV Globo. Na mesma emissora participou de algumas tramas, como personagem na minissérie Chiquinha Gonzaga e na novela Malhação.



O que te faz aceitar participar de uma produção em curta-metragem?
O roteiro.

Você sente alguma diferença de satisfação profissional entre fazer cinema, teatro e TV?
Hmmm amo todos, mas para ser sincera cinema é minha paixão.

Por que os curtas não tem espaço em críticas de jornais e atenção da mídia em geral?
Também não entendo isso, já que estamos em um país onde o incentivo é pouco para filmar longa e com a dificuldade, a solução é começar por curtas.

Como deveria ser a exibição de curtas para atrair mais público?
Até já está bem maior que antes, está sendo exibido no canal Brasil, salas de cinema,mas também falta interesse do público. Talvez redes sociais, uma forma do público ver e pegar gosto, apreciar e se interessar mais.

Considera o curta-metragem um trampolim para fazer um longa?
Para equipe, diretor, todos envolvidos, sendo que seja bem produzido,sim. Já para o ator é mais um exercício, portfólio, pois não acho ainda a visibilidade suficiente para ser um trampolim para outros trabalhos como longa.

Dá para o cinema nacional sobreviver sem subsídios?
Já mal sobrevive com.

O que é necessário para vencer no cinema?
MUITA perseverança, desejo, paciência e paixão.

Qual é o seu próximo projeto?
Tenho dois longas para filmar que estão ainda na fase de captação, devido a dificuldade no Brasil de darem crédito ao que não seja muito comercial . Os longas são "A Lagarta" de Beatrix Guedes e "Nas Terras do Rio Sem Dono" de Fabrício Leminski . Os roteiros são incríveis.

Nenhum comentário: