sábado, 13 de junho de 2015

Claudia Büschel


Produtora. Formada em Administração de empresas pela Fundação Getúlio Vargas. Atualmente está produzindo o documentário "Verão da Lata", dirigido por Tocha Alves e Haná Vaisman, em coprodução com o History Channel.

O que te faz aceitar participar de produções em curta-metragem?
O projeto e os talentos envolvidos.

Conte sobre a sua experiência em trabalhar em produções em curta-metragem.
Fazer um curta dá trabalho, mas é uma forma de realizar projetos com jovens talentos e de experimentar linguagem. Por isto o formato é interessante e por isto às vezes faço algum.

Por que os curtas não têm espaço em críticas de jornais e atenção da mídia em geral?
Boa pergunta. Alguns até se sobressaem principalmente quando são selecionados em algum festival importante ou ganham algum prêmio.

Na sua opinião, como deveria ser a exibição dos curtas para atingir mais público?
Acho que a internet é uma excelente plataforma para curtas, assim como o VOD. Mas acho também que poderíamos volta a vê-los nas salas de cinema. Com a nova lei da TV por assinatura já começa a crescer o espaço na TV para o formato.

O curta-metragem para um profissional (seja ele da atuação, direção ou produção) é o grande campo de liberdade para experimentação?
Sim, ou pelo menos deveria ser.

O curta-metragem é um trampolim para fazer um longa?
Nem sempre, o curta é outro formato mesmo. Mas os diretores têm que se "exercitar" para fazerem longas e acho que fazer um curta pode ser um bom começo.

Qual é a receita para vencer no audiovisual brasileiro?
Não acho que exista uma receita. Como em todas as profissões, para ser bem sucedida, a pessoa precisa se preparar, se dedicar e trabalhar.

Pensa em dirigir um curta futuramente?
Não. Meu negócio é produzir!

Nenhum comentário: