sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Eunice Baía


Atriz e estilista. Protagonizou o filme/série “Tainá”.

Antes de ser escolhida para protagonizar a Tainá nos cinemas você pensava em ser atriz?
Não ficava imaginando ser atriz, até porque não sabia dessa profissão, mas sempre que assistia à televisão ficava imaginando um dia estar ali dentro.

Como foi a experiência de interpretar a personagem Tainá nos dois primeiros filmes da série?
Foi o máximo! Enquanto fazia o primeiro filme não tinha muito a noção do que estava fazendo, mas após o resultado vi que fiz um filme muito importante no desenvolvimento de uma criança. Fiquei muito feliz com a repercussão que tem até hoje.

Como avalia o terceiro filme e em especial a menina que fez o seu papel?
Foi muito importante, pois muitas crianças perguntavam da mãe da Tainá e como ela virou órfã e a Origem retrata isso muito bem. A Wiranu é uma graça! Fez muito bem o papel e me representou muito bem, acho ela muito parecida comigo quando pequena.

Você trabalhou também no seriado Sitio do Pica-Pau Amarelo. Conte nos a respeito.
Cada trabalho é uma experiência única e o “Sítio” foi muito divertido. E era um seriado que eu assistia então foi mais legal ainda.

Noticias dão conta que você não pretende mais trabalhar em filmes e televisão, quer se dedicar a carreira de estilista. Procede?
Eu faço faculdade de Moda na Belas Artes e pretendo trabalhar com isso no futuro, voltado para as roupas infantis e também com figurino de teatro e TV, é uma paixão que tenho. Mas também não quer dizer que deixei a carreira de atriz de lado acho que cada coisa tem seu tempo, estou me dedicando a faculdade mas se aparecer um trabalho bacana na TV ou cinema nesse momento claro que faria.

Você aceitaria trabalhar em uma curta-metragem se te convidassem?
Claro! Fiz dois curtas (“Verdades Temporárias” e “Aguasala”) e foi muito legal! Acho incrível produzir uma historia bem contada em quinze minutos! Em um dos curtas-metragens convivi com meninas da Fundação Casa, foi tudo real. Adorei e com certeza faria outros.

Nenhum comentário: